Translate

domingo, 27 de julho de 2014

Biografia


O Brain Death foi uma banda formada em 1987 no Inocoop em Guarulhos. Começou com o nome Golgota e as músicas eram cantadas em português e o estilo de música era o rock and  roll sem compromisso.


Tiveram um começo difícil por falta de equipamentos, local para ensaios e a constante troca de membros da banda. No começo o grupo era formada por Pedro Andrade na guitarra, Marcelo Monteiro-guitarra, Feroba - bateria, Caveman-Vocal e o último a se juntar a eles foi Alexandre Nova-Baixo.


Apresentaram-se pela primeira vez em Arujá em 1987.  Um mês após a primeira apresentação, tocaram em um festival no teatro São Joaquim em São Paulo. Nessa Segunda apresentação, Caveman já havia deixado a banda e Alexandre Nova assumira os vocais e Pedro o contrabaixo. Após essa apresentação Alexandre deixou a banda para tocar com Rildo (Coyote) do HellKrusher. Nesse meio tempo a banda continuou com outros integrantes no baixo e vocal. Em 1988 Alexandre retorna como baixista e vocal.


Em 1989 após algumas mudanças de nome, mudam o nome definitivamente para Brain Death e as letras passaram a ser em inglês. A inspiração eram os livros, filmes, HQs e o dia a dia. As letras falavam de temas variados que vão desde guerras, drogas, vida, morte e até ecologia. A formação agora era Jaburu -bateria, Pedro Andrade-guitarra, Alexandre Nova-vocal, Marcelo Monteiro-guitarra. O som também ficou mais rápido e pesado.


Em 31 de novembro de 1991 tocam com grande sucesso na Segunda Festa JAN na Vila Medeiros e na Festa de aniversário da Vila Maria e em outros shows pela região. Algum tempo depois Jaburu deixa a banda. Marcelo assume a bateria por algum tempo e continuam a ensaiar mas Marcelo deixa a banda por motivos pessoais.


Em 1992 com a entrada do baterista Humberto e do guitarrista André Morais, gravam sua primeira demo tape intitulada The Beginning e obtem uma ótima crítica na revista Rock Brigade   de 71 de Junho de 1992.  Apresentam-se em 18 de julho de 1992 junto com a banda Violent Hate e Lírio Negro no bar Arte e Encontro no Bom Retiro e fazem sucesso com a performance. Na época o espaço era usado para a apresentação de bandas underground e lá conhecem informalmente os membros da futura bem sucedida banda Krisiun que na época era recém chegada a São Paulo. Apresentam-se no Espaço Retrô na mesma semana e após essa apresentação Pedro decide deixar a banda.


A banda continua com um novo guitarrista, Leandro Novo e participam do programa Fúria Metal  da MTV apresentado então pelo  VJ Gastão Moreira . Participaram também em 5 de julho de 1992 do programa Comando Metal na Rádio 89 FM apresentado por Walcir  da Woodstock  e tiveram sua demo tocada durante o programa. Apresentam-se novamente no Bar Arte e Encontros e após essa apresentação Alexandre, um dos membros fundadores decide encerrar as atividades da banda por causa de desentendimentos com os demais membros.  Humberto e Leandro formam a banda Visible Factor e continuam a tocar em vários shows.


Em 1995 Alexandre Pedro e Andre voltam a tocar desta vez com o baterista Patrick Leung(ex- Django´s band e futuro membro do Scars, Red Sight, Genocídio). Em 5 de maio de 1995 tocam no Aerofestival no Aeroanta abrindo para Claustrofobia  e Torture Squad. Dia 26 do mesmo ano tocam no Caribbean bar na Vila Maria e são destaque em vários fanzines especializados como Total Hate, Paralisia Cerebral, Antiboy e outros. Em julho de 1996 tocam no X Rock Cidade Festival da Rádio Cultura FM 100,1 de Assis abrindo para o No Choice e Zero Vision sem a presença de André (que havia saído da banda) em seu lugar tocou William (Vizinho) (futuro Red Sight) na guitarra. Fazem muito sucesso pois são uma das únicas bandas de peso a se apresentar. Em 25 de Maio de 1996 apresentam-se no Festival Yazigi Rock and Pizza no Tucuruvi e recebem ótimas críticas sendo matéria de artigo no jornal da escola. No dia 21 de junho tocam no l Concurso Revela Brasil no Yazigi de Guarulhos e foram novamente o destaque dentre outras bandas. Em 7 de setembro de 1996 apresentam-se na Biblioteca Municipal de Guarulhos junto com o Visible Factor (banda de Humberto Zambrin ex-baterista do Brain Death. Nessa época sua demo é tocada em várias rádios alternativas de São Paulo.


Vizinho deixa a banda e em seu lugar entra o Erik (Japa) na guitarra. Dia 29 de setembro apresentam-se no Bar Musical Brasil em Santana e após sua apresentação o bar é fechado para sempre devido a altura do som. Em Agosto de 1996 gravam novas músicas em uma demo ao vivo e em Setembro de 96 novamente aparecem na Rock Brigade 122. Em 1997 tocam no Woods bar em Guarulhos abrindo para o Torture Squad e têm sua demo The Beginning vendida pela Heavy Metal Rock.


Em meados de 97 Patrick deixa a banda para entrar no Scars e o site da banda é lançado na Internet. Em 1998 começam a ensaiar com Renato Luiz (irmão de João Luiz, vocal do Breakout, King Bird e atual Casa das Máquinas) na bateria. Agora o Brain Death é um trio e as letras e músicas estão mais voltadas para o Hard Core ou punk metal dos anos 80. Tocam no Xll Rock Cidade Festival em Assis para cerca de seis mil pessoas novamente com grande sucesso sendo citados novamente na Revista Rock Brigade 146 de Setembro de 1998. Nessa apresentação os destaques foram os covers de Garotos Podres "Anarquia Oi" cantada em inglês e Lobotomia "Só os mortos não reclamam". As músicas da banda alguns definiram como sendo um Crossover ou retro-core . Após esse concerto continuam ensaiando mas não tocam mais ao vivo e a banda encerra as atividades em 2000. 





==Ex-integrantes==

*Pedro Andrade (1987-1993) - Guitarra

*Marcelo Monteiro(1987-1990) - Bateria

*Feroba (1987-1988) - Bateria

*Jaburu (1988-1989) - Bateria

*Caveman(1987-1988) - Vocal

*Fábio (1987-1988) - Baixo e Vocal

*Leandro Novo (1993-1994) - Guitarra

*Patrick Leung (1994-1996) - Bateria

*André Morais(1992-1993) - Guitarra


===Demos===

*The Beginning - ([[1992]])

*Brain Death - ([[1996]])





=== FORMAÇÕES ===



1987

Pedro Andrade: Guitarra

Marcelo Monteiro: Guitarra

Caveman: Vocal

Feroba: Bateria

Alexandre Nova: Baixo


Pedro Andrade: Guitarra

Marcelo Monteiro: Guitarra

Alexandre Nova: Vocal

Fábio: Baixo


1988/89


Pedro Andrade: Guitarra

Marcelo Monteiro: Guitarra

Alexandre Nova: Baixo/Vocal

Jaburu: Bateria


1989/90


Pedro Andrade: Guitarra

Marcelo Monteiro: Bateria

Alexandre Nova: Baixo/Vocal


1991/1992


Pedro Andrade: Guitarra

André Morais: Guitarra

Alexandre Nova: Baixo/Vocal

Humberto Zambrin: Bateria


Leandro Novo: Guitarra

André Morais: Guitarra

Alexandre Nova: Baixo/Vocal


Humberto Zambrin: Bateria


1994/1995/1996


Pedro Andrade: Guitarra

André Morais: Guitarra

Alexandre Nova: Baixo/Vocal

Patrick Leung: Bateria


Pedro Andrade: Guitarra

Vizinho: Guitarra

Alexandre Nova: Baixo/Vocal

Patrick Leung: Bateria


Pedro Andrade: Guitarra

Erick: Guitarra

Alexandre Nova: Baixo/Vocal

Patrick Leung: Bateria


Pedro Andrade: Guitarra

William: Guitarra

Alexandre Nova: Baixo/Vocal

Patrick Leung: Bateria


1998/2000

Pedro Andrade: Guitarra

Alexandre Nova: Baixo/Vocal

Renato Luiz: Bateria


==Referências==


Filho, Fernando Souza (Junho de 1992). Demo Assault. Rock Brigade, p. 35.


F, R (Setembro de 1996). Demo Assault. Rock Brigade, p. 59.


P, F (Setembro de 1998). On Stage. Rock Brigade, p. 24.



*[http://www.novometal.com/brasil/bandaexibir.php?id=388]

*[http://www.undervale.com.br/bandas.php ]

*[http://www.metal-archives.com/band.php?id=13301 ]

*[http://www.metal-archives.com/release.php?id=29395]